0
Army Race, ou desafiar o Regimento de Transmissões

Lembram-se deste vídeo? Uns bandos de destemidos sem frio nos olhos a meter-se me fogueiras, charcos de lama, túneis incertos e uma piscina de água imprópria? Pois bem, a festa está de volta, marcada para os dias 14 e 15 de novembro, porque nesta terceira edição surge alargada e com patrocínio.

Muito mais do que uma corrida, a Prozis Army Race é a oportunidade de conhecer o mundo militar por dentro: decorre no Regimento de Transmissões do Porto. “É realmente diferente o ambiente aqui vivido. E é para todos, não é só para ver quem ganha. É divertido”, explica Ricardo Bomtempo, da organizadora Funevents.

Para lá da prova de obstáculos, convocada para domingo de manhã e com incursões fora das instalações militares, a Army Race prepara-se este ano para encantar os mais novos. A Army Race Kids recebe crianças dos 5 aos 12 anos às quais pretende transmitir princípios e valores militares. “Os pais que pretendem associar à educação das suas crianças princípios humanos basilares têm aqui uma grande oportunidade”, acredita o tenente-coronel Fernando Ferreira, do Regimento de Transmissões. “São 90 minutos em grupos de 60 crianças, em que as dez estações entregarão uma mensagem muito forte através de dinâmicas por vezes divertidas, por vezes sérias”, completa Ricardo Bomtempo.

Além das crianças, a organização preparou para dia 14 uma competição para empresas, a Army Race Corporate. Com a mesma distância da prova principal (8 km com 22 obstáculos e dez missões militares), será menos um desafio físico do que de trabalho de equipa. “Normalmente são os colaboradores que se organizam, inscrevem-se e pagam a atividade, mas esta iniciativa pretende mostrar aos gestores que podem ter aqui uma grande ferramenta, fora da zona de conforto e do ambiente normal de trabalho”, explica Victor Martins, também da Funevents.

As inscrições são por equipas de quatro a seis elementos na Army Race Elite e na Corporate e individuais na Army Race Kids.

0 comentários

Leave a Reply

Faça login para comentar