Caminhos de Mellares ou o Douro que menos se espera

A proposta de Jorge Madureira é arriscada: “Sei que não vou ter aqui ninguém daquele grupo de 50 que vai às provas para competir”. O que o ideólogo da Alma D’Ouro tem para oferecer, no próximo dia 9 de Maio, é um trail noturno, curto, fácil, vagaroso, sem cronometragem e com a história iluminada nas margens do Douro. É em Melres, no fim de Gondomar e no princípio do paraíso duriense, 10 ou 17 km com passagens por capelas, aras funerárias, quintas e solares. E com bifanas no final.

0 comentários

Leave a Reply

Faça login para comentar