0
Portugal City Race ou a orientação urbana

pcr18.696

Animados com o sucesso da Porto City Race, que juntou centenas de pessoas  em várias provas de orientação pedestre urbana em outubro passado, vários clubes da comunidade orientista uniram-se para criar a Portugal City Race. E arranca já no próximo dia 28 de março, no Centro Histórico de Braga, numa organização a cargo do Clube de Orientação do Minho.

A ideia da orientação urbana em moldes de provas longas (cerca de uma hora para os vencedores) nasceu em Londres, e estendeu-se a algumas cidades europeias,no City Race Euro Tour. O Porto foi uma delas, em três dias de orientação de tipos diferentes a cargo do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos (GD4C). “Outros clubes gostaram do conceito e nós abrimo-lo”. Nascia a Portugal City Race, que cobre seis cidades do Norte e do Centro do país, numa iniciativa que visa, também promover a modalidade, que junta adeptos dos 8 aos 88. Trata-se de “orientação de proximidade”: correr de mapa na mão perto de casa, mas também impulsionar o turismo desportivo.

Depois de Braga, a Portugal City Race regressa à costa a 18 de Abril, para a Vila do Conde City Race, também a cargo do GD4C. Em Maio, a orientação instala-se com o clube Amigos da Montanha em Barcelos, no dia 17, e segue depois para Penafiel a 12 de Julho, com a Associação Desportiva de Cabroelo. Viseu é a quinta cidade, com o Clube de Orientação de Viseu – Natura, no dia 6 de Setembro. O circuito termina no Porto, a 27 de Setembro, de novo com o GD4C e com incidência na zona da Foz. À exceção da etapa de Braga, todas pontuam para o Circuito Nacional Urbano 2015, da Federação Portuguesa de Orientação. A do Porto pontua para o circuito europeu.

Para Fernando Costa, do GD4C, trata-se de “uma iniciativa com enorme potencial”, com “um número crescente de cidades a aderirem à iniciativa e a recolherem benefícios das sinergias criadas entre todos”.

0 comentários

Leave a Reply

Faça login para comentar