Kilian Jornet bateu recorde do Aconcágua

kilian-jornet-summits-of-my-life-plan-de-cimas.696

O ultramaratonista e alpinista espanhol Kilian Jornet bateu no dia 23 de dezembro o recorde da subida ao Aconcágua, o pico mais alto do mundo fora dos Himalaias, nos Andes argentinos. O corredor de 27 anos almejou chegar aos 6920 metros e regressar em 12h49, conquistando o recorde que pertencia ao também espanhol Jorge Egocheaga e que fixara a ascenção e o regresso desde o campo de base de Horcones nas 13h46, em dezembro de 2006.

O português Carlos Sá é um dos atletas a ter feito das subidas mais rápidas, em 15h42, em 2013. Desconhecendo a marca de Egocheaga, chegou a reclamar o recorde mundial. Recorde ou não, está definitivamente perdido após a fulgurante conquista de Kilian Jornet. A subida faz parte do projeto “Summit of my life”, que o catalão iniciou em 2012 e aconteceu depois de uma ascensão para estudar o terreno a 15 de dezembro e de uma primeira tentativa de recorde no dia 20 de dezembro, em que foi obrigado a desistir aos 6500 metros devido aos fortes ventos. Falta-lhe agora preparar a última prova destes desafios: o assalto ao Everest, nos Himalaias, apontado para o próximo ano.

0 comentários

Leave a Reply

Faça login para comentar