0
E subir a Torre Eiffel a correr?

São 1665 degraus para um desnível de 279 metros: a proposta é uma estreia e nasceu no seio do Eco-trail de Paris, prova com alguns anos de história cuja distância maior terminava, até há dois anos, no primeiro andar do incomparável legado de Gustave Eiffel. O desafio é a “Vertical da Torre Eiffel” e convida a ascender até ao topo da cidade luz entre os milhares de luzes que fazem a noite do ex-libris. Acontecerá no dia 20 de Março de 2015, a partir das 20.30 horas. Garante a organização que não há corrida igual desde 1906.

A diferença para as outras corridas verticais em edifícios (haverá 160 no mundo, incluindo o Empire State Building, 1575 degraus que já foram conquistados em 9 minutos e 33 segundos, e sendo a maior de todas na Alemanha, com 39 700 degraus num desnível de 8848 metros) é no facto de, na Torre Eiffel, não haver paredes. Subir as escadas para os segundo e terceiro andar, habitualmente fechadas ao públicos, será como voar, prometem os organizadores.

E se a originalidade da ideia anima os corredores, o mesmo não se poderá dizer das condições impostas, fortemente criticadas nas redes. A pré-inscrição custa 10 euros, que não serão reembolsados caso o candidato não seja selecionado. Um euro fica para a organização para cobrir o serviço e o restante será entregue à solidariedade, segundo o regulamento. Ora, só há 60 vagas. Calcula-se o ganho que daí advirá. Já os felizes contemplados terão de desembolsar 50 euros de inscrição. Portanto, uma corrida curtíssima de 279 metros custará 60 euros.

A Vertical da Torre Eiffel é apenas uma das várias provas inseridas no Eco-Trail de Paris, que decorre no dia 21 de Março. A distância rainha é de 80 km, com 1500 metros de desnível positivo e um percurso composto por 93% de caminhos e trilhos (a inscrição está nos 98 euros). Segue-se os mais modestos trails de 50 km (1000 metros D+, 68 euros) e 30 km (600 m D+, 47 euros), as marchas nórdicas (caminhada rápida com bastões) e uma corrida não cronometrada de 18 km (200 D+, 23 euros).

IC

0 comentários

Leave a Reply

Faça login para comentar