0
E correr dentro de grutas e túneis e castelos?

Image10.696

Já se imaginou de lanterna na cabeça entrar, pela calada da noite, a correr por uma porta de uma escola vazia, sair no mesmo passo, atravessar história, subir a um castelo, descer às suas entranhas, por túneis de mistério, correr sobre as muralhas, enfiar-se em grutas, atravessar pontes, entrar na austeridade conventual, regressar à rua, correr através dos Paços do Concelho, da Biblioteca, das escadarias de uma igreja, de um mercado e das bancadas de um estádio, atrás dos atletas Vanessa Fernandes e de Filipe Cardoso?

Pois este é, mais coisa menos coisa, o original percurso da Corrida Urbana Terras de Santa Maria, em Santa Maria da Feira, marcado para a hora do breu do dia 8 de novembro. A ideia dos organizadores foi fugir um pouco ao que já existe e “fazer com que todos os participantes visitem o interior dos monumentos históricos e de edifícios importantes da cidade”. Como a própria Câmara Municipal. E tudo com a garantia de uma dificuldade muito reduzida, com um desnível de 190 metros. “A única dificuldade é mesmo a subida ao castelo. A maior parte do trajeto é a descer”, garantiu ao JN Running o atleta Rui Lopes, que tem a seu cargo a organização técnica da prova, em parceria com o também atleta Ivan Silva.

No total, serão 10 km à conquista de Santa Maria da Feira, artilhados com os frontais e as camisolas refletoras fornecidos com a inscrição. Em paralelo, a caminhada de 6 km percorrerá toda a zona histórica. No final será distribuída a tradicional fogaça da Feira. A animar o evento haverá zumba e música dos DJs Back to Beat, numa prova que carrega um cariz social, associando-se à Obra Frei Gil da União de Freguesias de Lobão, Gião, Louredo e Guisande. O evento tem o apoio da Câmara Municipal. As inscrições já ultrapassaram as 1500 e estão prestes a encerrar.

IC

0 comentários

Leave a Reply

Faça login para comentar