A beleza simples da Corrida Helpo

Por cá, pouco passou de uma corrida, entre tantas outras, cada vez mais. A diferenciá-la havia talvez o caráter solidário. E o facto de acontecer em dois lugares, distanciados por centenas de quilómetros, Cascais e Vila Real. O que faz desta uma iniciativa sem paralelo é que ela acontece bem mais longe do que a algumas centenas de quilómetros. Aconteceu, no mesmo dia 19 de outubro, em S. Tomé e Príncipe e em Moçambique, nos três locais eleitos pela organização não governamental portuguesa Helpo para se instalar e atuar no domínio da infância e da educação. E estas são algumas das imagens que nos chegam de Nampula, de Pemba e da Ilha de Moçambique.

A 4ª Corrida Solidária Internacional Helpo juntou ali 470 atletas, de crianças a adultos, de descalços a grandes vencedoras calçadas de sabrinas. O projeto foi apoiado pela operadora de telemóveis moçambicana Mcel, pela gasolineira Êxito, pelo MyBest Group e, em Pemba, pelo Kauri Resort, que forneceu o abastecimento aos 280 corredores de palmo e meio que apareceram na partida daquela cidade do norte do país.

No final de tudo, fica a lição: ajudemos, porque é preciso muito pouco de nós para plantar sorrisos num rosto. E esse muito pouco pode ser tanto para o outro…

Ivete Carneiro

Fotos: Helpo

0 comentários

Leave a Reply

Faça login para comentar